Confira por que eliminar os gargalos da produção

Publicado por Metávoli em 04/01/2018

Metávoli - Confira por que eliminar os gargalos da produção

O cenário econômico caótico é como uma fileira de dominó: a primeira peça a ruir desencadeia uma série de acontecimentos. Em momentos de incerteza, é comum que empresas e indústrias sintam esse tal efeito-dominó em novos projetos que acabam cancelados, ou na aquisição de equipamentos mais modernos deixada de lado. Por outro lado, mesmo que o poder de compra da população esteja reduzido, o consumo não para e exige que as companhias continuem produtivas e competitivas para atender a demanda.

“As empresas continuam a buscar novas maneiras de fazer mais com menos, ou seja, de aumentar a produtividade sem investir em novas linhas ou unidades de produção”, explica Adrien Canel, consultor da Metávoli, empresa especializada no desenvolvimento de pessoas e aumento da produtividade das pequenas e médias indústrias (PMIs) nas áreas de alimentos, bebidas e bens de consumo.

Produtividade e Competitividade

Para ele, no contexto atual os negócios precisam se manter competitivos para não perderem suas fábricas. “Aqueles que têm mais recursos já começaram a contratar especialistas e a desenvolver conhecimentos em Lean, Six Sigma e outras metodologias cujo foco é a diminuição do desperdício”, comenta.

Companhias que não têm como contratar ou dedicar uma pessoa internamente para a melhoria dos processos, contratam consultores externos para gerenciar essa função. Cabe a esse profissional avaliar as linhas de produção e elaborar um programa de melhoria para manter a eficácia, indicando a necessidade de troca de equipamentos ou a revisão dos processos.

Adrien Canel, que atua ao lado do consultor Roberto Nobrega, explica que existem certos problemas comuns que impedem que o negócio caminhe. “Em muitas fábricas, observamos que, no caso de uma linha de produção ou um equipamento novo, é durante os primeiros anos que acontece a maior queda de produtividade”, coloca. Ele continua: “Essa redução se observa pelas quebras e intervenções, mais frequentes e mais longas, e pela diminuição da produção diária nas unidades produtivas”. A queda de produtividade, em alguns casos, acontece menos pela diminuição da produção, e mais pelo aumento dos custos.

Estratégias de Produtividade

Segundo o consultor, existem diferentes estratégias para aumentar a produtividade. “Uma primeira consiste na redução dos custos, o que acontece geralmente no curto prazo e pode prejudicar a empresa de maneira crítica. Já a segunda é baseada na teoria de restrição e tentativa de identificar e eliminar os gargalos”, coloca.

É comum que existam gargalos tanto na produção, quanto em outros departamentos. Eles acontecem porque, para alcançar o objetivo final, o processo produtivo depende de outros fatores, que incluem a cadeia de suprimentos e a troca de informação entre os diferentes atores de toda a organização. Conforme Adrien Canel explica, uma ferramenta para a identificação é justamente a visão sistêmica da produção.

“Em vez de identificar todos os problemas e apostar nas soluções, na visão sistêmica procuramos identificar os gargalos ‘de cima para baixo’, pelo estudo da capacidade produtiva dos equipamentos, da organização em volta da produção e da flexibilidade que a empresa tem”, justifica.

Análise e Simulação

A partir da análise, são propostas soluções por meio de um plano de ações. “Simulamos o processo produtivo corrigido para verificar o impacto que terá uma melhoria e confirmar a viabilidade de um investimento quando for necessário”, diz. “Na maioria dos casos, podem ser identificadas melhorias cuja implementação tem um custo mínimo para a empresa, mas para as quais o retorno é muito importante quando elas eliminam um dos gargalos da produção”.

Para aumentar a produtividade, é essencial que as companhias definam uma estratégia, que atua como fator chave para se manterem ativas no mercado. No geral, existe um plano de ações que é renovado todo ano para orientar o processo no ponto em que o retorno a curto prazo é possível. O documento também deve trazer uma visão a longo prazo dos investimentos a serem realizados para as próximas etapas de aumento da produtividade.

Da mesma forma as grandes indústrias e multinacionais implantam programas para melhoria da produção, as PMIs também podem se beneficiar das mesmas ações. Os conceitos de diagnósticos, por exemplo, não estão vinculados a escalas de produção e setores da economia. Tratam-se de propostas de mudanças da mentalidade para que as empresas não sofram pelas falhas e desperdícios que ocorrem durante os processos de fabricação.

Contato

Entre em contato para agendar uma apresentação da empresa

Metávoli

Av. Paulista, 807 - Cj. 2319, Bela Vista, São Paulo, SP, CEP: 01311-100
Tel.: (11) 3090-9340

contato@metavoli.com.br