Lean x Big Data?

Publicado por Roberto B. Nobrega em 13/01/2018

Metávoli - Lean x Big Data?

Quem me acompanha e me conhece sabe da minha esforço para levar a filosofia Lean a toda e qualquer organização que busca crescimento, rentabilidade, sucesso de forma geral. Com isso, tenho me dedicado a estudar, pesquisar e mostrar aos executivos, estudantes que o futuro chegou para nós brasileiros que sabemos que temos um índice de produtividade muito pequeno comparado a varias outras regiões do planeta.

Sabem que defendo que o gestor Lean, o gerente de produtividade, o engenheiro de melhoria contínua, é uma das oito profissões do futuro. O perfil Lean é inerente ao profissional das organizações da era digital, organizações com processos enxutos, de alta qualidade e de índices de produtividade maiores que os de hoje.

“Quero aqui traçar um paralelo com o mundo digital especificamente com a ferramenta chamada Big Data e o pensamento e a postura Lean.”

Na indústria metalmecânica, o termo Big Data refere-se a um alto volume de dados armazenados, que podem ser trabalhados de forma inteligente gerando consideráveis ganhos às organizações.

Não tenho dúvidas que a tecnologia facilitará, encurtará caminhos para alcançarmos os resultados necessários. mas quero aqui afirmar que com a aplicação do Lean, a gestão visual, o gerenciamento da rotina, o vá e veja, nós já iniciamos e temos nosso modelo de pensamento voltado para a identificação de interferências e perdas nos processos que uma vez, identificados, tratados com contra medidas, geram rápidos resultados diferentes.

Você, que respira Lean, que acredita na geração de valor para o cliente, terá muito mais facilidade de entender que qualquer linha produtiva possui informações de manutenções, sejam elas digitais, em papel ou presentes na memória de quem as executou, o Big Data permite um levantamento estatístico para prever qual máquina poderá parar a produção, devido à quebra, desgaste ou má utilização, permitindo, assim, o melhor gerenciamento dos períodos de paradas programadas para sua manutenção, o que aumenta a disponibilidade de produção e evita o risco de uma máquina ficar parada por dias devido à falta de uma peça.

Uma boa análise de dados requer que sejam observadas 5 dimensões:

  • Volume: a quantidade de dados disponíveis
  • Velocidade: rapidez com que novos dados são armazenados
  • Variedade: o tipo de dado, texto, número, desenho, vídeo, etc.
  • Veracidade: a confiabilidade dos dados
  • Valor: qual é o benefício que será gerado pelo dado

O profissional que o mercado necessita tem um perfil Lean, é inquieto em relação aos resultados, busca sempre dados e mais dados para servirem de base para identificação de melhorias. Não descansa, está sempre buscando identificar perdas e desperdícios a serem eliminados.

Lean, a saída para as organizações!

Contato

Entre em contato para agendar uma apresentação da empresa

Metávoli

Av. Paulista, 807 - Cj. 2319, Bela Vista, São Paulo, SP, CEP: 01311-100
Tel.: (11) 3090-9340

contato@metavoli.com.br